Navegação rápida por teclas de atalho.

Há 3 teclas de atalho codificadas em todas as páginas, as quais permitem saltar directamente para um dos 3 elementos seguintes. Caso o elemento não exista na página a tecla de atalho não estará disponível.

Entrada
Corpo da página (ALT + 2)
Gala Solidária ‘18

É com imensa honra, que anunciamos a nossa Gala Solidária ’18 com a atuação do magnífico “London International Gospel Choir”, que terá lugar na emblemática Casa da Música, no Porto, no próximo dia 2 de novembro, pelas 21h00.

Este evento, resulta da parceria Fundação Portuguesa “A Comunidade Contra a SIDA” (FPCCSIDA) / Movimento Lírio Azul (MLA) e conta com os apoios imprescindíveis de: Casa da Música; Essência Completa; London International Gospel Choir (LIGC) e Rotary Club de Vila Nova de Gaia.

Bilhetes disponíveis na bilheteira da Casa da Música e em Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript ativado para o visualizar

Preço: 12,50€

Gala Solidária 18 - Cartaz

Gala Solidária 18 - Casa da Música

Gala Solidária 18 - Rádio Metropolitana Porto

Numa sala completamente lotada e para uma audiência entusiasta, no passado dia 2 de novembro, o London International Gospel Choir (LIGC), marcou presença na Casa da Música, no Porto, brindando todos/as os/as presentes com um magnífico espetáculo musical.

O valor arrecadado nas receitas, reverteu, na íntegra, a favor das crianças e famílias apoiadas pela Fundação Portuguesa "A Comunidade Contra a SIDA" (FPCCSIDA).

Obrigada a todos/as aqueles/as que nos ajudaram a cumprir mais uma missão, que é uma missão de todos/as nós.

Gala Solidária 18 - 1Gala Solidária 18 - 2

 

 

 

 

 

 

 

 

Gala Solidária 18 - 3Gala Solidária 18 - 4

 

 

 

 

 

 

 

 

Gala Solidária 18 - 5Gala Solidária 18 - 6

 

 

 

 

 

 

 

 

Gala Solidária 18 - 7Gala Solidária 18 - 8

 

 

 

 

 

 

 

 

Veja todo o álbum... AQUI!

 
III Fórum do Idoso

A Delegação Regional da Madeira da Fundação Portuguesa "A Comunidade Contra a SIDA" (FPCCSIDA) no dia 15 de outubro marcou presença no III Fórum do Idoso "Envelhecimento e Saúde na R.A.M. - Prioridades & Desafios para Práticas Integradas", no auditório do Colégio dos Jesuítas da Universidade da Madeira.

A realização deste evento técnico-científico organizado pelo Serviço Social do Serviço de Saúde da Região Autónoma da Madeira (SESARAM, EPE), visou promover o debate e discussão da complexa e atual temática do envelhecimento.

Neste contexto, e considerando a necessária e imprescindível abordagem integrada a esta temática social, este fórum reuniu um conjunto diversificado de profissionais e especialistas que contribuíram para um melhor conhecimento e compreensão desta realidade, contribuindo assim para o aprimoramento da intervenção neste domínio.

Dos vários intervenientes, destacou-se a participação da assistente social Carla Ribeirinho, professora da Licenciatura em Serviço Social, Coordenadora do Mestrado em Gerontologia Social da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, consultora na área de intervenção social em diferentes organizações/serviços de prestação de respostas sociais à população idosa (lares, centros de dia e centros de convívio) e investigadora, formadora e supervisora profissional na área científica do serviço social e da gerontologia social.

Importa salientar que urge a necessidade de dar uma resposta adequada e atempada aos cuidados dos idosos, de forma a ser prestado um serviço de qualidade pois um desafio para os próximos anos consistirá no envelhecimento da população. Portugal ja é o 4º país da União Europeia com uma população mais envelhecida e em 2050 a percentagem de idosos na R.A.M. será 57,4% da população total.

Esta iniciativa que pretendeu, também, assinalar o Dia Mundial do Idoso contou com a participação de profissionais, das mais variadas áreas, bem como de estudantes.

III Fórum do Idoso - Cartaz

III Fórum do Idoso - 1III Fórum do Idoso - 2

 
O que é o Voluntariado

Vídeo realizado pelos/as voluntários/as do Centro de Aconselhamento e Orientação de Jovens (CAOJ) da Beira Alta, da Fundação Portuguesa "A Comunidade Contra a SIDA" (FPCCSIDA).

O que é o Voluntariado

Assista ao vídeo... AQUI!

 
Fast-Track Cities

No dia 10 de outubro, a Fundação Portuguesa “A Comunidade Contra a SIDA” (FPCCSIDA) esteve representada pela Dr.ª Dina Paulino (CAOJ de Lisboa) e pela Dr.ª Júlia Morgado (CAOJ de Setúbal) no Workshop das “Fast-Track Cities”.

Este workshop foi organizado pelo IAPAC e pela iniciativa "Lisboa, cidade sem SIDA", e teve como objetivo discutir o processo de implementação da iniciativa e a monitorização da mesma.

Este evento culminou com a Cerimónia Fast-Track Cities: Cidades na Via Rápida para Eliminar o VIH. Foram sete os municípios portugueses que assinaram a Declaração de Paris – Almada, Amadora, Loures, Odivelas, Oeiras, Portimão e Sintra. Juntam-se assim a Lisboa, Porto e Cascais.

A cerimónia de adesão destes sete municípios ao projeto internacional para combater a epidemia da SIDA decorreu na Assembleia da República, com a presença do Ministro da Saúde, do Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, da Diretora-Geral da Saúde e do Diretor da Agência das Nações Unidas para o VIH/SIDA (UNAIDS).

As cidades encontram-se assim numa posição privilegiada para liderar as ações locais de combate a esta epidemia, com impacto global, acelerando assim a resposta ao VIH, de forma a atingir, até 2020, as metas da ONUSIDA (90-90-90):
- 90% das pessoas infetadas com VIH diagnosticadas;
- 90% das pessoas diagnosticadas a receber tratamento;
- 90% das pessoas em tratamento com carga viral indetetável.

Fast Track Cities 2018 - 1

Fast Track Cities 2018 - 2Fast Track Cities 2018 - 3

 
Ações de Sensibilização no E. P. do Funchal

A Delegação Regional da Madeira da Fundação Portuguesa "A Comunidade Contra a SIDA" (FPCCSIDA), a convite da Escola Superior de Enfermagem de S. José de Cluny realizou, nos dias 9 e 10 de outubro, duas ações de sensibilização no Estabelecimento Prisional do Funchal.

A primeira ação intitulada de "Sexualidade Feminina: Uma Questão de Prevenção" teve como população-alvo o setor feminino onde se pretendeu abordar sobre o conceito de sexualidade segura, dupla proteção, as infeções sexualmente transmissíveis bem como sobre o VIH/SIDA: os seus desafios, diagnóstico, tratamento e prevenção. Quem esteve presente manifestou uma escuta e participação ativa conseguindo, assim, criar um espaço de partilha de experiências.

Já a segunda ação intitulada de "Prevenção não tem idade" teve como população-alvo os reclusos com idade superior ou igual a 50 anos no sentido de, mais uma vez, abordarmos sobre a sexualidade nos menos jovens, bem como alertar para as razões do risco de infeção VIH/SIDA nesta faixa etária. Esta ação teve uma plateia atenta e interventiva onde foram transmitidas informações, esclarecidas dúvidas e desmistificadas crenças relacionadas, principalmente, com as vias de transmissão desta doença.

Esta Delegação agradece às enfermeiras Luísa e Isabel, que se encontram a realizar a Pós-Licenciatura de Especialidade em Enfermagem Comunitária, o convite que nos foi endereçado.

Ações de Sensibilização E.P. Funchal 2018 - 1

Ações de Sensibilização E.P. Funchal 2018 - 2

 
Formação Científica e Pedagógica - CAOJ de Setúbal

Formação Científica e Pedagógica 2019 do CAOJ de Setúbal - Convite

Formação Científica e Pedagógica 2019 do CAOJ de Setúbal - Cartaz

Formação Científica e Pedagógica 2019 do CAOJ de Setúbal - Programa

Formação Científica e Pedagógica 2019 do CAOJ de Setúbal - Mapa

O Centro de Aconselhamento e Orientação de Jovens (CAOJ) de Setúbal da Fundação Portuguesa "A Comunidade contra a SIDA" (FPCCSIDA) realizou no passado dia 24 de outubro de 2018, no Auditório Nobre do Instituto Politécnico de Setúbal, a Formação Científica de Voluntários/as com vista à implementação do Projeto Nacional de Educação pelos Pares (PNEP) e de outros projetos na comunidade.

O evento iniciou com uma calorosa sessão de boas-vindas a cargo do Presidente do IPS, Pedro Dominguinhos, da Diretora da Escola Superior de Educação do IPS, Cristina Gomes da Silva, do Vereador da Divisão de Educação e Gabinete de Saúde do município de Setúbal, Ricardo Oliveira, da Diretora da Direção Regional de Lisboa e Vale do Tejo do IPDJ, Eduarda Marques e da coordenadora do CAOJ de Lisboa, Dina Paulino, em representação da Presidente do Conselho de Administração da FPCCSIDA.

Os painéis de discussão, moderados por Cristina Gomes da Silva e António Manuel Marques, diretores das Escolas Superiores de Educação e de Saúde do IPS, respetivamente, contaram com a participação de profissionais de saúde, docentes e técnicos convidados que abordaram temáticas no âmbito da Sexualidade: Afetos, Questões de Género, Estilos de Vida, Prevenção da Infeção VIH/SIDA e outras IST, Comportamentos de Risco, Consumos e Dependências e Questões Bioéticas associadas ao VIH/SIDA.

Foi ainda realizado um workshop sobre Saúde Sexual e Reprodutiva: Conceção, Contraceção e Gravidez na Adolescência, Direitos Sexuais e Reprodutivos e Consulta do Adolescente. No encerramento da formação, os Coordenadores Cientificos e Pedagógicos do CAOJ de Setúbal, docentes da ESS/IPS, Lucília Nunes, Patrícia Argüello e Lino Ramos deram destaque à ação de voluntariado dos estudantes do IPS, no âmbito do PNEP.

Estiveram presentes neste evento cerca de 90 participantes, entre estudantes do IPS, docentes, coordenadores dos Projetos de Educação para a Saúde de escolas, técnicos e representantes de instituições da Rede Social.

Formação Científica do CAOJ de Setúbal 2018 - 1Formação Científica do CAOJ de Setúbal 2018 - 2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Formação Científica do CAOJ de Setúbal 2018 - 3Formação Científica do CAOJ de Setúbal 2018 - 4

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Formação Científica do CAOJ de Setúbal 2018 - 5Formação Científica do CAOJ de Setúbal 2018 - 6

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Formação Científica do CAOJ de Setúbal 2018 - 7Formação Científica do CAOJ de Setúbal 2018 - 8

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Formação Científica do CAOJ de Setúbal 2018 - 9

 
Tertúlia "Sexualidade Sem Risco"

Diversexcity 2018 - Cartaz

A não perder, amanhã, dia 9 de outubro, na Galera Geraldes da Silva, no Porto, das 17h00 às 19h00.

Contamos com a vossa presença...

Diversexcity 2018 - Programa

Foi com imensa honra que a Fundação Portuguesa "A Comunidade Contra a SIDA" (FPCCSIDA), através do Centro de Aconselhamento e Orientação de Jovens (CAOJ) do Porto, dinamizou no passado dia 9 de outubro, na Galeria Geraldes da Silva, no Porto, uma tertúlia subordinada ao tema "Sexualidade sem Risco".

Foi um espaço de partilha e debate de ideias, extremamente enriquecedor, que contou com a participação de personalidades de referência das áreas da saúde e do direito.

A FPCCSIDA, agradece a oportunidade de ter participado no evento "diversexcity: a sociedade e a diversidade de género", no qual se inseriu este momento de reflexão sobre esta temática.

Tertúlia Sexualidade Sem Risco 2018 - 1Tertúlia Sexualidade Sem Risco 2018 - 2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Tertúlia Sexualidade Sem Risco 2018 - 4

Tertúlia Sexualidade Sem Risco 2018 - 5

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Tertúlia Sexualidade Sem Risco 2018 - 7Tertúlia Sexualidade Sem Risco 2018 - 8

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Tertúlia Sexualidade Sem Risco 2018 - 9Tertúlia Sexualidade Sem Risco 2018 - 10

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Tertúlia Sexualidade Sem Risco 2018 - 11Tertúlia Sexualidade Sem Risco 2018 - 12

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Tertúlia Sexualidade Sem Risco 2018 - 13Tertúlia Sexualidade Sem Risco 2018 - 14

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Tertúlia Sexualidade Sem Risco 2018 - 15Tertúlia Sexualidade Sem Risco 2018 - 16

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
Funchal Pride 2018

A Delegação Regional da Madeira da Fundação Portuguesa "A Comunidade Contra a SIDA" (FPCCSIDA) coorganizou, pela segunda vez, o evento Funchal Pride que se realizou nos dias 5 e 6 de outubro de 2018.

Transpor Preconceitos foi o lema para este ano, dando ênfase às questões trans que, na região, estão bloqueadas tanto socialmente como a nível de acesso aos cuidados de saúde.

No dia 5 de outubro decorreu o Ciclo de Palestras com o mote "Transpor Preconceitos" na sala da Assembleia Municipal da Câmara Municipal do Funchal onde existiu a oportunidade de diversas entidades institucionais nacionais e regionais poderem criar sinergias e debater vários assuntos da temática LGBTI+. Pretendeu-se, assim, que o Funchal Pride 2018, não fosse apenas um espaço de reivindicação de direitos e celebração do orgulho LGBTI+, mas também fosse dinamizador de espaços reflexivos e de debate com os melhores ativistas e profissionais nas áreas dos Direitos Humanos, Famílias e Gerações LGBTI e a Saúde das pessoas LGBTI, com enfoque nas pessoas trans, na reivindicação dos seus direitos e na visibilidade das identidades e expressões de géneros não binárias.

Já no dia 6 de outubro, o Funchal Pride assentou em dois grandes momentos: a marcha e o arraial. A 2ª Marcha do Orgulho LGBTI+ no Funchal juntou cerca de 500 pessoas, entre elementos da comunidade LGBTI e apoiantes, tendo percorrido diversas artérias da cidade do Funchal. No arraial a Delegação Regional da Madeira da FPCCSIDA esteve presente com o seu stand a sensibilizar a comunidade para a prevenção do VIH/SIDA bem como alertar para o uso do preservativo como o meio mais eficaz contra a infeção do VIH com o seu lema "Seja quem for o seu parceiro/a: Use Preservativo... Amar é Proteger"

Esta iniciativa foi da rede ex aequo (rea) - associação de jovens lésbicas, gays, bissexuais, trans, intersexo e apoiantes, com a colaboração do grupo informal Mad le's Femme, Associação Abraço, União de Mulheres Alternativa e Respostas - UMAR Madeira, Opus Gay Madeira e o Núcleo do Funchal da Amnistia Internacional.

Por fim, fizemos mais uma vez história e a FPCCSIDA quis estar presente pois, para além de combatermos sobre o preconceito/estigma social ainda existente sobre as pessoas que vivem com o VIH/SIDA, não nos podemos esquecer das outras causas sociais igualmente importantes. Relembramos que muitas pessoas da comunidade LGBTI vivem com o VIH/SIDA e são, assim, duplamente discriminadas. É fundamental entender que respeito não se pede e nem se faz por merecer, é um direito universal.

Funchal Pride 2018 - Cartaz

Funchal Pride 2018 - 1Funchal Pride 2018 - 2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Funchal Pride 2018 - 3Funchal Pride 2018 - 4

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Funchal Pride 2018 - 5Funchal Pride 2018 - 6

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Funchal Pride 2018 - 7Funchal Pride 2018 - 8

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Funchal Pride 2018 - 9Funchal Pride 2018 - 10

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
<< Início < Anterior 131 132 133 134 135 136 137 138 139 140 Seguinte > Final >>

Pág. 136 de 192