Navegação rápida por teclas de atalho.

Há 3 teclas de atalho codificadas em todas as páginas, as quais permitem saltar directamente para um dos 3 elementos seguintes. Caso o elemento não exista na página a tecla de atalho não estará disponível.

Entrada
Corpo da página (ALT + 2)
WORLD AIDS DAY 2018

World AIDS Day 2018

 
2018 WORLD AIDS DAY MESSAGE

2018 World AIDS Day Message

Assista à mensagem... AQUI!

 
DIA MUNDIAL DA LUTA CONTRA A SIDA - CAOJ DE COIMBRA

Mensagens de não discriminação elaboradas pelos/as estudantes, no âmbito do Projeto Nacional de Educação Pelos Pares (PNEP), no Centro de Aconselhamento e Orientação de Jovens (CAOJ) de Coimbra, da Fundação Portuguesa "A Comunidade Contra a SIDA" (FPCCSIDA), em linguagem de emojis.

Dia Mundial de luta Contra a SIDA 2018 - 8ºA

Dia Mundial de luta Contra a SIDA 2018 - 8ºE

Dia Mundial de luta Contra a SIDA 2018 - 8ºF

 
CAMPANHA "PARAR O VIH ESTÁ NAS NOSSAS MÃOS"

A campanha "Parar o VIH está nas nossas mãos", foi lançada pela Câmara Municipal de Lisboa, no âmbito da "Lisboa Cidade Sem SIDA".

Em vésperas do Dia Mundial de Luta Contra a SIDA, que se comemora amanhã, dia 1 de dezembro, relembramos que, hoje, apesar da eficácia generalizada do tratamento, é necessária uma resposta política que remova barreiras, elimine o estigma e a discriminação.

O nosso compromisso: trabalhar para aperfeiçoar o diagnóstico da infeção pelo VIH; melhorar o acesso ao tratamento e promover a sua eficiência.

Parar o VIH Está nas Nossas Mãos 2018 - 1Parar o VIH Está nas Nossas Mãos 2018 - 2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Parar o VIH Está nas Nossas Mãos 2018 - 3Parar o VIH Está nas Nossas Mãos 2018 - 4

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
IV CICLO DE PALESTRAS - AFETOS E SAÚDE

“Afetos e Saúde” é o nome de um ciclo de palestras que são organizadas em conjunto pela Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra (FMUC) e pela Fundação Portuguesa "A Comunidade Contra a SIDA" (FPCCSIDA).

A quarta palestra deste ciclo, denominada “Vacinação: Sim ou Não?”, a realizar no próximo dia 3 de dezembro de 2018, enceta em si as comemorações do Dia Internacional de Luta contra a SIDA e pretende discutir a questão da vacinação, a sua importância e as controvérsias em torno do direito (ou não) à não vacinação.

A maior parte dos países representados na Organização Mundial de Saúde apresenta Planos Nacionais de Vacinação sendo que, em Portugal, este plano é implementado de forma gratuita e acessível, desde 1965. A vacinação extra plano apresenta um outro conjunto de vacinas que podem ou não ser administradas, sendo que, na maior parte dos casos, é a colaboração entre profissionais de saúde e utentes (ou seus representantes) que define essa administração. Contudo, e apesar de prever a redução mundial da mortalidade, produzindo imunidade para determinadas doenças, o número de pessoas que se opõem a este processo tem vindo a ser crescente, também em Portugal. Por outro lado, existem pessoas que pela imunossupressão podem ver comprometida a administração de determinadas vacinas.
Vacinar ou não vacinar pode tornar-se um risco de saúde pública? Temos ou não o direito de opção pela vacinação? Estaremos ou não a comprometer a imunidade de grupo quando optamos pela não vacinação? Há ou não falsas contraindicações? Estas serão algumas das questões em discussão cabendo a um painel de especialistas convidados contribuir com os seus conhecimentos e esclarecimentos para uma reflexão conjunta acerca destas temáticas.

À semelhança das palestras anteriores, abrimos esta reunião científica à comunidade em geral, com o propósito de contribuir para as questões da literacia em saúde, contando, portanto, com a presença de pessoas ligadas aos cuidados informais desde a infância aos seniores e dos cuidados formais, nomeadamente estudantes de diversas áreas do cuidado, médicos, enfermeiros, farmacêuticos, psicólogos, gerontólogos, etc.

IV Ciclo de Palestras - Afetos e Saúde

 
PROJETO MADEIRA JOVEM - LINHAS DE AÇÃO PARA A JUVENTUDE

A Delegação Regional da Madeira da Fundação Portuguesa "A Comunidade Contra a SIDA" (FPCCSIDA) a convite da Direção Regional de Juventude e Desporto, fez-se representar na reunião de parceiros no dia 28 de novembro, no Centro de Juventude do Funchal.

Esta reunião pretendeu dar continuidade ao Projeto Madeira Jovem – Linhas de Ação para a Juventude onde foi apresentado e discutido o 1º Plano de Ação para a Juventude da Região Autónoma da Madeira onde foram definidas e calendarizadas as ações a serem dinamizadas por cada entidade parceira bem como outros contributos que os parceiros considerassem importantes.

Neste referido plano na área de Intervenção "Promoção da Saúde/Prevenção de Comportamentos de Risco/Prevenção Rodoviária", a Delegação Regional da Madeira da FPCCSIDA e outras entidades irão focar nos seguintes objetivos: reforçar as competências psicoeducativas e socioemocionais subjacentes à tomada de decisão na prevenção de comportamentos de risco; promover o conhecimento sobre temáticas ligadas aos comportamentos aditivos com e sem substância; ampliar a divulgação dos recursos existentes na Região Autónoma da Madeira, direcionados para os/as jovens na área dos comportamentos aditivos e da saúde mental; promover uma Educação Sexual integrada que acompanhe as crianças e jovens ao longo do seu desenvolvimento; e promover a educação interpares para a promoção da saúde sexual.

Projeto Madeira Jovem  Linhas de Ação para a Juventude 2018 - 1

Projeto Madeira Jovem  Linhas de Ação para a Juventude 2018 - 2

 
FORMAÇÃO PEDAGÓGICA - CAOJ DA BEIRA ALTA

Formação Pedagógica do CAOJ da Beira Alta 2018 - Programa

 
PRIMEIRA EDIÇÃO DA "PRAÇA DA SAÚDE"

A Fundação Portuguesa “A Comunidade Contra a SIDA” (FPCCSIDA), através do Centro de Aconselhamento e Orientação de Jovens (CAOJ) do PORTO, participou ativamente na primeira edição da "Praça da Saúde".

Aumentar a literacia em saúde foi o principal objetivo da “Praça da Saúde” que esteve instalada, no passado dia 23 de novembro, sexta-feira, na Reitoria da Universidade do Porto e espaços envolventes.

Este evento decorreu ao longo de todo o dia e esta iniciativa contou com diversas ativitades tais como: rastreios de saúde gratuitos, mostra de tecnologias, palestras e conferências, show cooking e aulas de exercício físico abertas a toda a população.

De acordo com Elísio Costa, que representa a Universidade neste Instituto, este é "um grande consórcio que junta universidades europeias, institutos de investigação e empresas na área da saúde".

Primeira Edição da Praça da Saúde - 1Primeira Edição da Praça da Saúde - 2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Primeira Edição da Praça da Saúde - 3

 
<< Início < Anterior 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 Seguinte > Final >>

Pág. 18 de 192