Navegação rápida por teclas de atalho.

Há 3 teclas de atalho codificadas em todas as páginas, as quais permitem saltar directamente para um dos 3 elementos seguintes. Caso o elemento não exista na página a tecla de atalho não estará disponível.

Eventos

  • 05.12.2019 - 07.12.2018
    • Formação Científica e Pedagógica - CAOJ da Beira Alta
  • 09.12.2018 - 09.12.2018
    • Lanche dos Afetos 2018 - CAOJ do Porto
  • 30.11.2018 - 30.11.2018
    • Debate "A infeção VIH/SIDA: Prevenção não tem idade"
  • 05.11.2018 - 09.11.2018
    • Formação Científica e Pedagógica - CAOJ de Lisboa
  • 02.11.2018 - 02.11.2018
    • Gala Solidária '18

Entrada
Corpo da página (ALT + 2)
III Conferência VIH Portugal 2013

IIIConfVIHPT

Aceda ao site oficial da Conferência:

http://vihportugal.org/

 
aidsmap hiv & aids news

HIVWeekly13nov13

 
Situação da infeção VIH/SIDA em Portugal em 31/12/2012

O Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge divulgou, no passado dia 28 de junho, o Relatório sobre a situação do VIH/SIDA em Portugal, com os dados atualizados até dezembro de 2012. A publicação foi produzida pelo Núcleo de Vigilância Laboratorial de Doenças Infecciosas do Departamento de Doenças Infecciosas do Instituto, em colaboração com Programa Nacional para a Infeção VIH/SIDA.

De acordo com a notícia divulgada no site do INSA, o relatório "reúne informação epidemiológica referente à infeção VIH/SIDA, com a caracterização da situação em Portugal a 31 de dezembro de 2012 segundo os principais aspetos epidemiológicos, clínicos e virológicos. Os dados apresentados têm por base o sistema de notificação de casos de infeção VIH/SIDA, que é obrigatória em Portugal desde 2005. A publicação inclui também a síntese das disposições legais sobre infeção VIH/SIDA que vigoram em Portugal".

INSA12

RESUMO DO DOCUMENTO:

"Em Portugal, durante o ano de 2012 foram notificados 1551 novos casos de infeção por VIH, dos quais 776 casos com diagnóstico no próprio ano. A análise das características demográficas destes últimos revela que 41,1% residiam no distrito de Lisboa, a maioria (70,7%) registou-se em homens, a idade mediana à data de diagnóstico foi de 41,0 anos e 28,4% dos casos referiam ter nascido fora de território nacional. A sua classificação de acordo com o estadio clínico revela que 391 (50,4%) foram identificados como portadores assintomáticos, enquanto 247 (31,8%) se encontravam no estadio de SIDA.

A transmissão sexual foi assinalada na maioria dos casos, com 490 (63,1%) a referirem transmissão heterossexual e 187 (24,1%) a indicarem infeção decorrente de relações sexuais entre homens. Estes últimos correspondem a 34,1% dos casos registados para o sexo masculino.

A transmissão associada ao consumo de drogas foi registada em 78 casos, que correspondem a 10,0% do total de diagnósticos para o ano em análise.

Em 32 (4,1%) dos casos diagnosticados em 2012 foi identificada infeção pelo VIH do tipo 2.

A pneumonia por Pneumocystis jiroveci foi a patologia mais frequentemente referida nos casos de SIDA. Foram notificados 139 óbitos ocorridos durante o ano de 2012.

Em 31 de Dezembro de 2012 o total acumulado de casos de infeção VIH, notificados em Portugal desde 1985 ascendia a 42 580, dos quais 17 373 se encontravam no estadio de SIDA.

A análise das tendências registadas para os anos mais recentes revela um decréscimo no número total de casos de infeção VIH diagnosticados anualmente, também verificado para os casos de SIDA.

No respeitante às características demográficas, observa-se um aumento na proporção de novos casos de infeção VIH registados em homens, a idade mediana à data do diagnóstico apresenta tendência crescente, com excepção dos casos referindo transmissão homo/bissexual, e a proporção de casos que refere ter nascido fora de Portugal regista também um incremento.

Quanto ao modo de transmissão, verifica-se uma redução acentuada no número de casos associados ao consumo de drogas e aumento dos casos que referem o sexo entre homens como comportamento de risco para a infeção.

Da vigilância dos casos de SIDA é ainda possível constatar um decréscimo do número absoluto e percentual de casos que referem tuberculose como patologia definidora de estadio, e um aumento da proporção de casos referindo pneumonia por Pneumocystis jiroveci.

Relativamente aos óbitos notificados observa-se uma tendência decrescente no número anual de mortes em casos de infeção VIH e SIDA cujos óbitos são notificados.

Os dados apresentados demonstram que a infeção VIH persiste em Portugal e documentam a evolução do perfil epidemiológico ao longo dos trinta anos da história da epidemia no país. O conhecimento desta dinâmica, particularmente das tendências mais recentes, é da maior importância para o desenho e optimização dos programas de intervenção, fundamentais para a redução da incidência da infeção VIH e SIDA no país".

 
Formação Científica de Voluntários(as) - CAOJ de Lisboa

O Centro de Aconselhamento e Orientação de Jovens de Lisboa da Fundação Portuguesa "A Comunidade Contra a SIDA" realiza o seu curso anual de Formação Científica de Voluntários(as) para intervenção no Projeto Nacional de Educação pelos Pares no no próximo dia 7 de dezembro de 2013, na Faculdade de Ciências Médicas da Universidade de Lisboa.

 

CARTAZ FORMAÇÃO CIENTÍFICA 2013

 
II Congresso de Sexualidade e Educação Sexual (II CISES)

A Faculdade de Ciências e Letras da Universidade Estadual Paulista – UNESP, campus de Araraquara recebe o II Congresso Internacional de Sexualidade e Educação Sexual – Pesquisas, intervenções e direitos, no período de 15 a 17 de Novembro de 2012.

Na sua primeira edição, em Novembro de 2010, o congresso foi realizado em Portugal, na Universidade de Aveiro. O evento tem a periodicidade bianual e será realizado alternadamente em Portugal e no Brasil, nas instituições que alojam um grupo de investigadores/as que trabalha colaborativamente em pesquisa sobre Sexualidade, Educação Sexual e Promoção da Saúde e que constituem a rede internacional responsável por esta iniciativa.

A finalidade que unifica a realização destes congressos é o estudo da Sexualidade como tema que se desdobra em várias áreas de investigação e intervenção, entre elas a Educação Sexual. Neste quadro, o II Congresso centra-se em temática de particular atualidade, envolvendo a relevância da educação sexual como necessidade interventiva na escola, decorrente de uma formação tanto curricular quanto contínua, alicerçada na interdisciplinaridade, no questionamento, na cidadania e no direito.

O programa do congresso inclui conferências plenárias, mesas redondas, sessões paralelas de comunicação oral e exposição de painéis, resultantes de projetos de investigação e de intervenção.

 
O prazo de submissão de trabalhos termina a 5 de outubro de 2012.
 
A Comissão Organizadora é constituída por professores e investigadores de instituições de ensino superior portuguesas e brasileiras:
 
Presidente:
 
Paulo Rennes Marçal Ribeiro (UNESP, Brasil)
 
Membros:
 
Filomena Teixeira (CIDTFF - Universidade de Aveiro e ESEC/IPC - Coimbra, Portugal)
Isabel P. Martins (Universidade de Aveiro, Portugal)Isabel Chagas (Universidade de Lisboa, Portugal)
Teresa Vilaça (Universidade do Minho, Portugal)
Ana Cláudia Bortolozzi Maia (UNESP, Brasil)
Célia Regina Rossi (UNESP, Brasil)
Mary Neide Damico Figueiró (UEL, Brasil)
Sónia Maria Martins de Melo (UDESC, Brasil)

Aceda aqui à página do Congresso.

IICongresso

IICongresso logos

 

 

 
Curso de Formação de Voluntários(as) do PNEP - CAOJ de Coimbra

O Centro de Aconselhamento e Orientação de Jovens de Coimbra promove mais um Curso de Formação Pedagógica para voluntários(as) do Projeto Nacional de Educação pelos Pares. O Curso realiza-se no próximo sábado, dia 2 de novembro, no laboratório de Ciências da Natureza da Escola Superior de Educação de Coimbra.

 CAOJ CursoFormacaoPedagogica2013

 
HIV Glasgow Drug Therapy Congress - 2 - 6 November 2014, UK

O próximo HIV Glasgow Drug Therapy Congress terá lugar entre 2 e 6 de novembro de 2014, em Glasgow, Reino Unido. Este congresso tem como principal objetivo proporcionar um programa científico relevante e significativo, capaz de refletir os recentes progressos  na pesquisa e tratamento da infeção VIH.

Aceda aqui ao site do congresso e ao folheto de divulgação.

Glasgowmeeting

 
ONUSIDA - RELATÓRIO GLOBAL DE 2013

No dia 23 de setembro, a ONUSIDA divulgou, em Genebra, o Relatório Global sobre a epidemia da Sida. Segundo este novo relatório do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre o VIH/Sida, na última década houve avanços significativos para a consecução dos objetivos relacionados com o VIH para 2015, designadamente a diminuição de novas infeções entre as crianças e no caso de adultos e crianças em conjunto. Também as mortes relacionadas com a Sida dimininuiram, comparativamente com os valores máximos registados em 2005, devido a expansão do tratamento antiretrovírico.

Para além dos novos dados estatísticos mundiais, o Relatório mostra o progresso alcançado em relação aos objetivos específicos estabelecidos pelos Estados Membros das Nações Unidas na Declaração Politica sobre o VIH/Sida de 2011, como são a garantia do respeito pelos direitos humanos, o acesso a serviços de saúde para pessoas expostas a maior risco de infeção pelo VIH, como são os utilizadores de drogas injetáveis e o combate à violência de género, um fator chave na vulnerabilidade ao VIH.

Problemas como a desigualdade de género e as ações de discriminação dificultam as respostas ao VIH. Por isso, torna-se necessário aumentar os esforços para enfrentar estes desafios e melhorar os serviços de prevenção, apoio e tratamento para as pessoas que mais necessitam.

relatório global 2013

 
<< Início < Anterior 101 102 103 104 105 106 107 108 109 110 Seguinte > Final >>

Pág. 103 de 170