Navegação rápida por teclas de atalho.

Há 3 teclas de atalho codificadas em todas as páginas, as quais permitem saltar directamente para um dos 3 elementos seguintes. Caso o elemento não exista na página a tecla de atalho não estará disponível.

Entrada
Corpo da página (ALT + 2)
AÇÃO DE SENSIBILIZAÇÃO PARA A PREVENÇÃO DA INFEÇÃO POR VIH/SIDA

A Delegação Regional da Madeira da Fundação Portuguesa “A Comunidade Contra a SIDA” (FPCCSIDA) através da parceria com a Casa do Povo de Gaula realizou, no dia 31 de janeiro, uma ação de esclarecimento que sensibilizou a população com mais idade, com idade superior/igual a 50 anos, para a prevenção da infeção por VIH/SIDA.

Esta ação inserida no Projeto "Prevenção não tem idade" abordou novamente sobre a sexualidade nas pessoas com mais idade, nomeadamente, o preconceito/estigma social ainda existente bem como as razões para o risco de infeção por VIH/SIDA nesta faixa etária.

Agradecemos à plateia que esteve presente pela postura participativa e interessada, querendo obter mais informação e conhecimento sobre esta temática.

Com este projeto a Fundação tem conseguido sensibilizar esta população, em específico, sobre como promover a sua saúde, com uma sexualidade segura e saudável, uma vez que o Vírus da Imunodeficiência Humana não discrimina ninguém pela sua idade, habilitações, estatuto social, sexo e etnia. Ainda, permite dar voz e escuta ativa sobre as vivências da sexualidade nesta faixa etária que, em alguns setores da nossa sociedade, ainda permanece/vive no preconceito e estigma, considerando a população com mais idade como seres assexuados.

Ação de Esclarecimento para a Prevenção da Infeção por VIH-SIDA 2019 - 1

Ação de Esclarecimento para a Prevenção da Infeção por VIH-SIDA 2019 - 2Ação de Esclarecimento para a Prevenção da Infeção por VIH-SIDA 2019 - 3

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ação de Esclarecimento para a Prevenção da Infeção por VIH-SIDA 2019 - 4

 
APRESENTAÇÃO DOS RELATÓRIOS ANUAIS

A Fundação Portuguesa "A Comunidade Contra a SIDA" (FPCCSIDA) esteve representada através do Centro de Aconselhamento e Orientação de Jovens (CAOJ) de Lisboa na Sessão de Apresentação do Relatório Anual Sobre a Situação do País em Matéria de Drogas e Toxicodependência, do Relatório Anual sobre a Situação do País em Matéria de Álcool 2017 e do Relatório Anual 2017 - Respostas e Intervenções, no Auditório Dr. Almeida Santos na Assembleia da República no dia 30 de janeiro.

Importa referir que, os casos de VIH de transmissão associada à toxicodependência continuam a ter um diagnóstico mais tardio do que nas restantes categorias de transmissão. O coordenador nacional do SICAD, João Goulão, aponta a importância de se apostar no diagnóstico precoce. Em 2017, ano em que os casos de infeção por VIH associados ao uso de drogas representavam 34% do total acumulado, foram diagnosticados 1068 casos de infeção por VIH (2% relacionados com a toxicodependência) e 234 casos de SIDA (11%).

Estes Relatórios podem ser consultados aqui:
 
Apresentação dos Relatórios Anuais 2019 - 1
 
Apresentação dos Relatórios Anuais 2019 - 2Apresentação dos Relatórios Anuais 2019 - 3
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Apresentação dos Relatórios Anuais 2019 - 4Apresentação dos Relatórios Anuais 2019 - 5
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
AÇÃO DE SENSIBILIZAÇÃO NO CENTRO DA MÃE

A Delegação Regional da Madeira da Fundação Portuguesa "A Comunidade Contra a SIDA" (FPCCSIDA), em parceria com a Enf.ª Luísa Mendes da Escola Superior de Enfermagem de S. José de Cluny realizou no dia 30 de janeiro uma ação de sensibilização no Centro da Mãe.

Esta iniciativa combinada tinha como objetivo sensibilizar as puérperas adolescentes/adultas, acompanhadas no Centro da Mãe, para a prevenção da gravidez não planeada no pós-parto e facultar informação sexual e preventiva de modo a promover uma vivência da sexualidade mais informada, segura e responsável. Ainda como objetivos mais específicos foi possível abordar sobre o conceito de sexualidade no período pós-parto; a importância do planeamento familiar; elucidar sobre a correta utilização do método contracetivo de barreira - preservativo interno e externo - como meio eficaz e seguro de prevenir as Infeções Sexualmente Transmissíveis; e, abordar sobre ser mulher, as suas vulnerabilidades, e viver com o VIH/SIDA.

A sexualidade segura e a prevenção é um compromisso para consigo mesma e para com as outras pessoas.

Ação de Sensibilização no Centro da Mãe 2019 - 1Ação de Sensibilização no Centro da Mãe 2019 - 2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ação de Sensibilização no Centro da Mãe 2019 - 3Ação de Sensibilização no Centro da Mãe 2019 - 4

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
HEPHIV 2019 CONFERENCE - POSTER FPCCSIDA

É com imensa honra que a Fundação Portuguesa "A Comunidade Contra a SIDA" (FPCCSIDA), apresenta na HepHIV 2019 Conference: Challenges of Timely and Integrated Testing and Care, que se encontra a decorrer em Bucareste, o poster "PREVENTION AND PROMOTION OF WELFARE: The importance of conducting community screenings for HIV infection".

HepHIV 2019 Conference - 9

 
HEPHIV 2019 CONFERENCE

A Fundação Portuguesa "A Comunidade Contra a SIDA" (FPCCSIDA), representada pela sua Presidente do Conselho de Administração e da Direção Executiva Dr.ª Filomena Frazão de Aguiar, marca presença em Bucareste na HepHIV 2019 Conference: Challenges of Timely and Integrated Testing and Care.

Uma oportunidade para atualizar conhecimentos, de networking e de dar a conhecer o nosso trabalho, com a apresentação do Poster - PREVENTION AND PROMOTION OF WELFARE: The importance of conducting community screenings for HIV infection.

HepHIV 2019 Conference - 1HepHIV 2019 Conference - 2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

HepHIV 2019 Conference - 3HepHIV 2019 Conference - 4

 

 

 

 

 

 

 

 

 

HepHIV 2019 Conference - 5HepHIV 2019 Conference - 6

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

HepHIV 2019 Conference - 7HepHIV 2019 Conference - 8

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
4º SIMPÓSIO PROMOVENDO CIDADANIA E SAÚDE

A Delegação Regional da Madeira da Fundação Portuguesa "A Comunidade Contra a SIDA" (FPCCSIDA) no dia 25 de janeiro marcou presença no "4º Simpósio Promovendo Cidadania e Saúde - O Potencial do Contexto Escolar", no Auditório do Colégio dos Jesuítas, Funchal.

Este evento, desenvolvido em cooperação entre os/as alunos/as do ensino superior da Escola Superior de Saúde da Universidade da Madeira e os/as alunos/as e comunidade educativa da Escola Básica e Secundária Gonçalves Zarco, visou promover dinâmicas de desenvolvimento e partilha de conhecimento e reflexão sobre determinantes de saúde que fundamentam a implementação de intervenções orientadas para ganhos em saúde e melhoria da qualidade de vida de adolescentes e da importância e do potencial do contexto escolar enquanto meio formativo. Neste sentido, o simpósio serviu para apresentar os trabalhos do projeto desenvolvido ao longo de quatro anos em parceria com a escola, numa linha de formação dos futuros enfermeiros/as que é também de promoção da saúde e de estilos de vida saudável.

Nesta iniciativa como conteúdos programáticos foram abordados: Literacia para a saúde em crianças e adolescentes; Estratégias de promoção da saúde na adolescência; Promoção de estilos de vida saudável em crianças e adolescentes e Uma experiência de promoção da saúde em contexto escolar.

É por considerarmos que o contexto escolar é um meio de excelência, um espaço privilegiado, para intervir sobre questões específicas que a Fundação apresenta no seu plano de atividades, projetos inseridos no meio escolar, captando os/as jovens a pensarem sobre os seus comportamentos, sobre a saúde e no que é ser saudável permitindo eliminar e/ou minimizar os riscos educando-os/as para a adoção de saberes, respostas adequadas e construtivas aos desafios do quotidiano desenvolvendo de uma forma mais positiva a sua autoestima e responsabilização.

4º Simpósio Promovendo Cidadania e Saúde 2019 - 1

4º Simpósio Promovendo Cidadania e Saúde 2019 - 24º Simpósio Promovendo Cidadania e Saúde 2019 - 3

 

 

 

 

 

 

 

 

 

4º Simpósio Promovendo Cidadania e Saúde 2019 - 4

 
FPCCSIDA NO ICCA 2019

É como enorme satisfação que a Fundação Portuguesa "A Comunidade Contra a SIDA" (FPCCSIDA) participa em mais uma edição do Internacional Conference on Childhood and Adolescence – ICCA.

A 3ª edição do ICCA decorre de 23 a 25 de janeiro na Fundação Dr. António Cupertino de Miranda, no Porto.

A Doutora Paula Costa, em representação da FPCCSIDA moderou uma sessão de apresentação de posteres e realizou a apresentação da comunicação oral “Promoção da Educação para a Saúde e Sexualidade: Projeto com Jovens Institucionalizados em Centro Educativo – CAOJ de Coimbra”.

FPCCSIDA no ICCA 2019 - 1FPCCSIDA no ICCA 2019 - 2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FPCCSIDA no ICCA 2019 - 3FPCCSIDA no ICCA 2019 - 4

 

 

 

 

 

 

 
APRESENTAÇÃO DO PROJETO "ESCOLA AMIGA DA CRIANÇA"

A Delegação Regional da Madeira da Fundação Portuguesa "A Comunidade Contra a SIDA" (FPCCSIDA) no dia 24 de janeiro marcou presença na apresentação do projeto "Escola Amiga da Criança", no Salão Nobre da Assembleia Legislativa da Madeira.

O evento, que vai já na segunda edição, organizado pela Confederação Nacional da Associação de Pais (CONFAP) e pela editora Leya Educação, contou com a presença da nossa Presidente Honorária, na qualidade de Deputada da Assembleia Legislativa da Madeira, e do conceituado psicólogo Eduardo Sá. É um projeto que consiste num concurso de ideias que visam valorizar a escola e distinguir os estabelecimentos de ensino que desenvolveram atividades que contribuem ou contribuíram para uma aprendizagem mais feliz dos/as alunos/as no contexto escolar. Trata-se de um concurso dirigido aos estabelecimentos de ensino públicos e privados, do pré-escolar ao ensino secundário, bem como às escolas profissionais.

O principal objetivo desta iniciativa é o de apoiar e incentivar uma escola que educa e é feliz, pretende estimular as comunidades educativas e a sociedade em geral a olharem de forma renovada e inspirada para os aspetos fundamentais do desenvolvimento dos/as alunos/as.

"Mais do que formar bons alunos, preocupem-se em formar boas pessoas".

O vencedor do projeto ganha cinco mil euros em livros, os distinguidos com menções honrosas (o melhor de cada uma das sete categorias) ganha 500 euros também em livros para as bibliotecas das escolas. Para além destes prémios, serão distinguidas todas as escolas cujos projetos se distingam, recebendo o selo "Escola Amiga da Criança".

Apresentação do Projeto Escola Amiga da Criança 2019 - 1

Apresentação do Projeto Escola Amiga da Criança 2019 - 2Apresentação do Projeto Escola Amiga da Criança 2019 - 3

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Apresentação do Projeto Escola Amiga da Criança 2019 - 4

 
<< Início < Anterior 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 Seguinte > Final >>

Pág. 12 de 192